terça-feira, 16 de agosto de 2016

Ressaca



Antecedes a tormenta,
Bem como provocas também;
Não sei ao certo se vens antes ou depois dos meus vinténs:
Sabes acalmar-me, mas transbordar-me consegues bem.
Torna-me calmaria, torna-me maremoto...

Faz do oceano, céu.

Livra-me do óbito de cada dia,
Faz-me em tua órbita eternamente deleitar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário